terça-feira, 21 de junho de 2011

Contratos

Contratos

“E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre”. (1João 2.17)

Não há nada melhor e mais prazeroso do que fazer a vontade de Deus. No presente, nosso Pai celestial tem separado as melhores coisas para nós por vivermos na Presença Dele, e no futuro, receberemos de Deus as Maravilhas que nos reservou. Até lá, precisamos ser fiéis até o fim. Há uma música que diz “de tudo o que eu possa querer, existe algo que eu desejo mais... eu quero ser fiel até o fim e honrar a aliança que Tu tens comigo...”. Quem trabalha em setores jurídicos ou que envolvam “alianças” (acordos, contratos), sabe como é importante honrar tais alianças. Deus tem nos honrado e cumprido todos os contratos que estabeleceu conosco, o mais importante foi o cumprimento de enviar o Messias (Jesus) para dar liberdade ao Seu povo, pois éramos eternos escravos do pecado, com a vinda de Jesus Cristo, cada um de nós pode escolher ter paz com Deus e ser fiel até o fim. “O que Deus quer de vocês é isto: que sejam completamente dedicados a Ele e que fiquem livres da imoralidade.” (1 Tessalonicenses 4:3). É verdade que nos dias de hoje, manter fidelidade com alguém e principalmente com Deus, é muito difícil, porém, quando nos mantemos fiéis há uma grande alegria e honra dentro de nós, pelo sentimento do dever cumprido e a satisfação de estar fazendo a coisa certa é algo imensurável, não se comparando aos prazeres do mundo, Deus se alegra por nos mantermos corretos e nos fortalece nos momentos de fraqueza.

Seja fiel,

Fiel até o fim.

“Então, de agora em diante, vivam o resto da sua vida aqui na terra de acordo com a vontade de Deus e não se deixem contaminar pelas paixões humanas” (1 Pedro 4.2).

Disse Jesus:
“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele”. (João 14.21).

Escrito por:

Vídeo sugerido:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário