segunda-feira, 30 de maio de 2011

Solte-se, Liberte-se, Ouse AMAR!

“E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. (I Coríntios 13.2)

Muitas pessoas têm dificuldade de amar, algumas por terem tido uma infância e vida rigorosa, outras devido a traumas e decepções, estas últimas, optam por não amar como sendo a melhor solução e mais eficiente de todas as alternativas. Tais pessoas acabam se aprisionando em um mundo que não pertence a elas, pois nós fomos feitos para amar em primeiro lugar, a Deus que nos criou com um Amor imensurável, depois amar o próximo, neste grupo, estão incluídos desde o nosso maior inimigo até o nosso cônjuge. Quantas vezes você diz aos seus filhos: “Filho eu te amo muito!” e Quantas vezes você diz que ama sua esposa ou seu marido? Alguns defendem a tese que pelas suas atitudes e comportamento já estão dizendo “eu te amo”, logo o companheiro precisa fazer uma especialização para saber quais ou como essas atitudes estão dizendo “EU TE AMO”. “A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco” (Romanos 13.8). Nisto, eu quero ser um eterno DEVEDOR! Espero pagar as minhas prestações em dia pelo resto da minha vida! Um alerta que aprendi com um amigo e Pastor meu: Não ame para ser feliz – AME PARA FAZER ALGUÉM FELIZ! A Própria palavra de Deus adverte – O Amor não faz mal à saúde “O amor não faz mal ao próximo. (Romanos 13.10a). Além do amor em forma de sentimento Deus-homem, homem-mulher e o amor ao próximo, existem outras formas de expressar o amor, uma delas é o PERDÃO, este pode ser até doloroso no início, mas ao perdoar alguém, você terá um sentimento de paz indescritível! Ao perdoar, você está aborrecendo o mal em forma de mágoa que estava dentro de ti e aliviando aquele que precisava deste perdão “O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.” (Romanos 12.9).
Voltando à pessoa amada...
Que tal expressar agora o seu sentimento por ela?
Não vai doer, como às vezes dói par perdoar
E a pessoa mais feliz...
...Será você!
Que Deus te abençoe e que faça alguém muito feliz, consequentente...
SERÁS FELIZ TAMBÉM!

“O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros; não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; (Romanos 12.9-12).

“A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei. Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. (Romanos 13.8,9)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Que tal uma faxina?

“E ajuntaram-se a ele os fariseus, e alguns dos escribas que tinham vindo de Jerusalém. E, vendo que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar, os repreendiam... Depois perguntaram os fariseus e os escribas: Porque não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar?
E Ele, respondendo, disse: Bem profetizou Isaías a cerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.

Será que nos dias de hoje temos tido as mesmas atitudes que as dos fariseus e escribas? É imprescindível que honremos a Deus com o que falamos, pensamos e sentimos. O nosso falar deve ser para edificar a nossa vida e a daqueles que estão ao nosso redor e não para destruir. “E dizia: O que sai do homem, isso contamina o homem. Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem” (Marcos 7.20-23).
Examinando o texto acima, compreendemos que o que pensamos e sentimos é de igual importância, pois se tivermos pensamentos ruins e sentimentos de amargura, o que sairá de bom da nossa boca e como daremos exemplos aos nossos filhos? O que transmitiremos para eles e para todos que estão ao nosso redor? As nossas atitudes agradarão a Deus? “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”. (Mc. 7.6b). Não adiantará, portanto, termos um bom falar se o nosso coração estiver distante de Deus, Ele quer habitar no nosso coração e isso, somente é possível quando o aceitarmos como o único Deus da nossa vida, assim, seremos transformados por Ele e o nosso falar, pensar, sentir e agir, serão de acordo com os Seus ensinamentos. Nada melhor do que receber uma “faxina” daquele que é Puro e Santo e Perfeito

Santifique-se a Deus!

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará” (Salmo 37.5)

Escrito por:

A quantos passos?

“Porque Deus amou o mundo de tal forma que deu seu filho amado, para que todo aquele que Nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16)

Se fosse possível, utilizar uma das nossas medidas, a quantos passos você estaria de Deus? O que temos feito para nos aproximarmos Dele? Ele ofereceu o Seu próprio filho para que tivéssemos acesso livre até a sua presença, porém, será que temos buscado isso? Pare e pense, seria possível imaginar a distância entre você e Ele? Qual seria a sua resposta? Há um hino, inclusive tocado no filme Titanic onde o início dele diz: “Mais perto quero estar, Meu Deus de Ti, inda que seja a dor que me una a Ti”  e finaliza com as últimas linhas: “...Perto de Ti, meu Rei, Meu Deus, de Ti!”. A primeira dor foi do próprio Deus quando nos afastamos Dele logo no início, desobedecendo-o e criando um abismo entre nós e o Nosso Criador. A segunda dor foi Dele também, pois “se fez carne e habitou entre nós... cheio de graça e de verdade” para morrer crucificado em uma cruz como um maldito, se tornando o caminho para chegarmos a Deus. Vemos os passos dolorosos que Deus deu para chegar até nós e podemos ver suas atitudes ao oferecer um lindo nascer do dia e um maravilhoso pôr do Sol, parece que Ele está dizendo “oi, estou aqui, dando passos para me aproximar de você, mas dependo dos seus passos para que se una a mim.” “Eis que estou à porta e bato...” será que você vai abrir a porta do seu coração para Ele entrar? Se abrir terá dado um passo à frente para chegar até Ele, se não abrir, terá dado um “passo atrás”.

A minha oração é que você continue se aproximando de Deus e deixo uma dica: Somente por meio de Jesus Cristo conseguirá alcançá-lo

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14.6)

“Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no Conhecimento de Deus”
(Colossenses 1.10)

Escrito por:

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Pedaços do Pai Nosso

Pedaços do Pai Nosso 1

“Não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal...” (Mateus 6.13a) 

Hoje, é uma sexta-feira, neste dia em especial, temos dois grupos específicos, um que anseia pelo descanso do final de semana e outro que se programa para realizar atividades que lhes tragam preciosos momentos de alegria e prazer. 

O primeiro grupo se enquadra na segunda parte do versículo de hoje “livra-nos do mal”, pois só deseja descansar, evitando tudo que lhe cause algum mal. O segundo se encaixa na primeira parte do nosso versículo “Não nos deixe cair em tentação”. 

Para estes grupos há um perigo iminente, o que deseja descansar, quer tanto isto que somente busca o repouso do seu corpo, esquecendo que sua família espera por ele para que tenham momentos juntos que são únicos e marcantes na vida de qualquer família. A busca pelo descanso físico pode proporcionar o esquecimento de buscar o descanso espiritual “descansar no Senhor” deixando de dedicar algumas horas na Sua Casa, para Adorá-lo e receber do Pai bênçãos incontáveis. O segundo grupo deseja se divertir o máximo possível, isto é muito bom, pois combate o stress físico e mental adquirido durante a semana, além de renovar os ânimos para uma nova semana que em breve chegará, porém amados, lembrem-se que “A nossa alegria está no Senhor!” não se esqueçam de compartilhar com Ele seus momentos de felicidade. Tudo o que fazemos com Ele é duradouro e o que fazemos com ele, torna-se uma simples lembrança que logo cai no esquecimento. Quando fazemos algo sem Deus, corremos o risco de “cair em tentação”. Fujam do mal, evitem o que entristece o coração de Deus e compartilhem seus momentos com Ele, da mesma forma que compartilhamos com nossos amigos, devemos estar na presença do Amigo Maior.

Para os dois grupos: 

“Deleita-te também no Senhor e faze o bem, e Ele concederá o que deseja o teu coração. 
Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará” (Salmo 37. 4,5) 

“GUARDA-ME, ó Deus, porque em ti confio. A minha alma disse ao Senhor; não tenho outro bem além de ti” (Salmo 16.1,2) 

“Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” 1 João 2.1


Pedaços do Pai Nosso 2

“E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”
(Mt. 6.12)

Muitas vezes oramos o Pai Nosso buscando o perdão de Deus, sem sabermos que para alcançá-lo, é preciso que antes aprendamos a perdoar. No texto de hoje tratamos do perdão concedido e do perdão recebido. Um fato sobre o perdão:
Precisamos primeiro dá-lo para depois recebê-lo “melhor é dar do que receber”, dando amor, recebemos amor, dando perdão, somos perdoados pelo Pai Celestial, com isto, TEMOS PAZ COM DEUS E CONOSCO, porém, só recebemos o perdão quando há arrependimento sincero do mal que praticamos, não voltando mais a fazê-lo.
Muitas pessoas têm dificuldades de perdoar, não sabem, porém, que quem mais sofre com isto são elas mesmas. As mágoas retidas no coração trazem sofrimento constante e ao perdoarmos àqueles que causaram tais mágoas, teremos um alívio incomparável. Existem momentos que podemos chegar ao extremo de pedir perdão, estando nós com toda a razão, mas por quê fazer isto? Minha amada sempre diz: “Eu prefiro ser feliz do que ter razão”.
Seja feliz, pratique o amor e exerça o perdão. Mas por que praticar o amor? Sem amor é impossível perdoar alguém, na verdade, sem amor é impossível viver neste mundo onde reinam as trevas. Sem amor, não teremos fé, e sem fé, é impossível agradar a Deus.

Ame e seja amado;
Perdoe e seja perdoado.

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas” (Mateus 6.14,15)

Escrito por:

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Em quem depositamos a nossa confiança?

“O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará” (Sl 23.1)


Se examinarmos os escritos mais antigos, ou outras versões, encontraremos  “O SENHOR é o meu pastor, não sentirei falta de nada. (versão B.H). É possível que venha a faltar recursos para sobrevivermos, mas Deus proverá o nosso sustento. Muitas vezes deixamos de depositar Nele a nossa confiança e a depositamos na garantia dos nossos empregos, com isto dedicamos maior parte do nosso tempo ao nosso trabalho, esquecendo de valorizar nossa família que nos ama e necessita da nossa presença e cuidados, deixamos de buscar a Deus e viver na Sua presença, porque a nossa confiança não é depositada Nele.
Amados: Busquem primeiro o Reino de Deus e suas necessidades materiais serão por Ele garantidas, mas se um dia faltarem, NÃO SENTIRÃO FALTA DE NADA, pois o Senhor cuidará de vós, vos amparará, e com Seu Poder e Soberania proverá coisas melhores que jamais pensavam um dia alcançar.
“...Não andeis inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (porque todas estas coisas os gentios procuram). De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;
Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6:31-33)

“É melhor confiar no Senhor do que no homem” (Salmo 118:8)


Escrito por:
www.inspiradas.com
Publicado no Blog dos Adolescentes Cristãos:
www.rapidinhas.org