quinta-feira, 24 de junho de 2010

A Copa chegou primeiro na casa do vizinho















Curioso, porém já conhecido por muitos, foi o que aconteceu comigo enquanto assistia ao início da Copa do mundo como Brasileiro (Brasil X Coréia do Norte), com ânimo de um torcedor sem ânimo (não devido ao futebol apresentado, mas por minhas próprias características), assisti ao primeiro tempo e já estávamos no segundo tempo quando aos 10 minutos, acompanhava um ataque da seleção e vozes vindas da casa do vizinho gritavam GOOLLL! Curioso, permaneci assistindo àquela jogada onde se confirmou o gol da Seleção Brasileira. Não tive ânimo para comemorar um gol que já havia acontecido. O Fato é que eu estava assistindo o jogo por um canal fechado, portanto, o sinal chegava alguns segundos depois, mas isso foi o suficiente para tirar a alegria do gol que acontecia à minha frente.

Dali em diante passei a ser um fiel espectador... da minha vizinhança. A Cada ataque do Brasil eu, com ansiedade direcionava minha atenção para uma possível reação dos meus queridos vizinhos, afinal de contas o meu presente já era passado e buscava no presente deles o que passou a ser o meu futuro...

Estando no futuro dos “outros” soube do segundo gol que aconteceu aos 26 minutos, minha única reação foi avisar a minha amada que um gol acontecera, não esboçando reação de alegria nem transmitindo isto a ela. Não comemorei e acabei prejudicando alguém para fazê-lo. Somente a parte ruim se fez presente no meu passado, afinal de contas, lá no futuro (casa dos meus vizinhos), ninguém comemorou o gol da Coréia do Norte aos 44 minutos.

Temos nos preocupado em saber mais do que acontecerá no nosso futuro ou como ele será, deixando muitas vezes de viver o nosso presente, prejudicando aquilo que mais queremos, o futuro. Jesus certa vez disse “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” (Mateus 6.34)

Precisamos depositar a nossa confiança no Senhor, entregando a Ele o nosso presente e o nosso futuro. É Claro que isto não deve ser interpretado como: - Ficarei sentado em um sofá esperando que as coisas aconteçam. É importante planejar o nosso futuro, buscar algo de melhor, pedir orientação a Deus para que Ele confirme o desejo do nosso coração.

O que não devemos fazer é viver o futuro quando já temos um presente para dar conta. Vivemos em um mundo cheio de stress – Basta um mal de cada vez. Suas preocupações (ansiedades), o levarão a se preocupar com coisas que ainda hão de acontecer ou que nem se sabe se realmente acontecerão. Algumas vezes sua família é quem paga por isso quando você descarrega em alguém os problemas/dificuldades/lutas, que ainda nem aconteceram.

Voltemos ao jogo do Brasil, ele venceu por 2X1, está feliz com o resultado? Acredito que muitos darão um belo NÃO como resposta, deixando de se lembrar que a vitória é muito melhor do que um empate ou a triste derrota. “Nenhum atleta será coroado, se não tiver lutado segundo as regras.” (2tm 2.5). Lembre-se, a seleção Brasileira o fez, mesmo dentro das suas limitações.

Será que temos reconhecido e comemorado as nossas vitórias quando as alcançamos? Muitas vezes deixamos de reconhecer nossos próprios méritos (não que devamos nos exaltar), mas voltando às preocupações com o futuro, deixamos de notar o bem que fizemos, deixando de dar valor a nós mesmos (ou aos nossos subordinados, enquanto gestores de empresas), “Além disso, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso e louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos. (Filipenses 4.8).

Portanto,
- Viva o seu presente e seja feliz;
- Preste mais atenção nas suas vitórias e comemore-as, afinal de contas, VOCÊ merece!
- Seja um vencedor, caso ainda não tenha alcançado nenhuma vitória, pare e reflita: Para estar neste mundo tão turbulento, você já é um vencedor!
- Nunca desista dos seus sonhos, jamais os mantenha no futuro, afinal de contas ele não te pertence, mas o presente é todo seu!
- Seja mais tolerante, paciente e sempre perseverante com sua família, amigos e consigo mesmo (virtude nunca é demais).
- Que tal depositar um pouquinho mais de confiança na Seleção Brasileira? Não sei se ela vencerá, mas ao torcer contra (sendo pessimista), estará torcendo contra si mesmo e isto, muitas vezes fazemos na nossa própria vida.

Para a sua meditação:

“Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8: 33-39)

Abraços,
Joelson

Artigo publicado no Portal Literal
www.portalteral - artigos



Autor: Joelson Cardozo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário