quarta-feira, 3 de março de 2010

É preciso ter fé

Tenho ouvido de várias pessoas, algumas assumindo sua opinião, outras se fazendo entender que são a favor da pena de morte.

Qual tem sido a sua sincera opinião sobre esse tema? Você tem se deixado levar, para que pensem que você é contra esta pena e é totalmente a favor? É literalmente a favor da pena de morte? Quando ouve falar ou lê nos jornais sobre um sujeito que maltratou sexualmente uma criancinha, ou um terrorista que matou pessoas inocentes, nem precisamos falar do terrorista, falemos de um bandido de um morro qualquer que por ter um coração ruim mata as pessoas rindo, ou de políticos que desviam verbas destinadas a quem não tem, para que possam aumentar mais as suas riquezas, que por sinal, a maior parte desta provém de outros atos criminosos com a verba pública ou envolvimento com o tráfico. O que você fala durante uma conversa?
– Esse sujeito tem que morrer!
– Ainda existe esperança pra ele!
Qual tem sido seu pensamento? O que realmente guarda como opinião sua?
Não se condene à pena de morte se você a deseja para os outros.
Precisamos entender que é preciso ter fé, ter esperança, saber que ainda há soluções.

Nossas opiniões se baseiam em experiências que passamos ou vimos acontecer, com certeza não foram poucas as experiências ruins que tivemos, mas isso não justifica atitudes ainda piores.
Criamos ou nos envolvemos em circunstâncias, isto desde o Éden, causando muitas experiências ruins para Deus, no entanto, não foi por isso que Ele deixou de nos amar e sequer perdeu a fé (esperança) em nós. Por quê? Porque Ele sabe que somos melhores do que pensamos ser.

Quando você recebe a notícia de alguém muito próximo que está no leito de morte, seja por motivo de doença, acidente ou outro fator, o que você pensa?
– É melhor que morra, para que deixe de sofrer!
– Ainda há esperança para ela!

Algumas horas a mais de sofrimento em um leito, pode ser o tempo para que a cura chegue, algumas vezes ela vem como Milagre realizado por Deus, outras vezes, vem com o perdão quando o paciente, se reconhece como pecador, entende que precisa de Deus na sua vida e aceita a Jesus como seu Salvador.

Já vi muita gente (não me excluo), tendo a princípio, usado a primeira resposta, até que caem em si (alguns) e conseguem enxergar como lógico, racional, sensato e até mesmo “palpável”, a segunda resposta.

Precisamos ter mais fé em nós mesmos, acreditar que algo melhor pode acontecer conosco ou com aqueles que “tachamos” de (incorrigíveis).
Deus na sua perfeição acreditou em nós e ao invés de aplicar a penas de morte quando transgredimos contra Ele, contra a natureza (Obra das suas mãos) e contra os nossos semelhantes, Ele simplesmente condenou a Si mesmo à pena de Morte. Não foi uma condenação qualquer, Ele tomou sobre si todas as nossas transgressões, quando digo todas, inclui àquelas transgressões que citamos para condenar alguém à morte. Somente Deus pode dar ou tirar a vida (1sm 2.6) mas Ele escolheu primeiramente dar a vida. Jesus, que veio ao mundo para condenar? Negativo, leia a palavra de Deus “Porque Deus enviou o seu Filho (Jesus) ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele.” (João 3:17)
Cuidado...
Temos determinado limitações nas ações de Deus, queremos nos tornar "deuses" aima Dele e acaamos fando-o um ser limitado, alguém com Pouco poder, pouca glória, pouca ação e digno de poucos louvores. Quando isso acontece?
Quando deixamos de acreditar Nele como alguém Ilimitado e poderoso que é?
- Quando achamos que a nossa justiça é suficiente e não há espaço para a Misericórdia de Deus;
- Quando esquecemos que a justiça de Deus e perfeita;
- Quando atribuímos a nós a responsabilidade de “criar” e “tirar” as vidas daqueles que já estão incluídos no Plano de Salvação de Deus, não importa se escolherão caminhos vida ou de morte. O Importante é que Deus tem um propósito para todos e dá as mesmas oportunidades para os bons e os maus, pois ser bom não significa estar salvo e ser mau, não afirma que já está condenado.
Deixe Deus ser Deus

- A Criação é de Deus;
- Todos estão sob os desígnios Dele;
- A Justiça de Deus é perfeita, se não fosse, Ele não seria Deus;
- A Salvação vem do Senhor, por meio de Jesus (que é Deus), assim, todos podem ser salvos.

É preciso crer que Deus crê em nós mais do que nós mesmos cremos;
É preciso ter fé;
É preciso ter esperança;
A Nossa esperança está em Deus;

Para refletir:

Jeremias (17:5) “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!”

O salmista (20:7) já dizia que “Alguns confiam nos seus carros de guerra, outros nos seus cavalos, mas nós confiamos no poder do senhor, nosso Deus.”


Vídeo sugestivo

A Minha esperança está no Senhor
Ministério Jovem
Procedência:





Abs.

Joelson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário