sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

O Espelho - Uma história de amor



O Espelho - Uma história de amor
Renato viu uma senhora com o carro parado no acostamento. Chovia forte e era noite. Percebendo que ela precisava de ajuda e estava com medo, parou e aproximou-se dizendo: “vou ajudar, não se preocupe. Pode esperar no carro, onde está quente. Meu nome é Renato”. Era apenas um pneu furado, mas para a idosa senhora, era ruim o bastante. Enquanto terminava de apertar as porcas, ela abriu a janela e puxou conversa. Disse que estava de passagem e que não sabia como agradecer. Perguntou quanto devia, mas Renato não pensava em dinheiro. Queria simplesmente ajudar. E respondeu: “Se quiser pagar, ao encontrar alguém que precise, ajude”. Quilômetro adiante, a senhora entrou em um restaurante, a garçonete trouxe-lhe uma toalha para secar o cabelo, com um doce sorriso. Ela estava com quase oito meses de gravidez, mas não deixou as dores mudarem sua atitude. Nesse momento, a senhora lembrou-se de Renato. Após a refeição, enquanto a garçonete buscava o troco, a senhora saiu. Ao voltar, a garçonete notou apenas um guardanapo com algo escrito, junto a quatro notas de cem reais. Chorou ao ler “Você não me deve nada, já tenho o bastante. Alguém me ajudou hoje e, da mesma forma, estou lhe ajudando. Se quiser me reembolsar, não deixe este círculo de amor terminar, ajude alguém”. À noite, a garçonete foi para casa cansada e deitou-se. Seu marido já dormia; ela pensou no dinheiro e no bilhete. Como aquela senhora soube o quanto eles precisavam daquele dinheiro? Com o bebê para nascer, estava difícil! Sorriu, agradeceu a Deus, virou-se para o marido, deu-lhe um beijo macio e sussurrou: “Tudo ficará bem! Eu amo você Renato!
Tudo o que você transmite volta para você. Ou Como a bíblia diz: “Lança o teu pão sobre as águas, porque ao cabo de muitos dias ele voltará para ti”

Um comentário:

Neuza disse...

filho querido, linda mensagem!como todas as outras que você nos encaminha. te amo!beijos da tia mãe coruja.

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário